Connect with us

Nacional

Advogado afirma que Mauro Cid fará confissão e admitirá ordem de Bolsonaro no caso das joias

Published

on

Brasília (DF) – O advogado do tenente-coronel Mauro Cid, Cezar Bitencourt, afirmou à CNN, nesta segunda-feira (21) que o ex-ajudante de ordens fará confissão para admitir ter recebido ordem do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no caso das joias.

“É uma confissão. [Cid] vai admitir. As provas estão aí, ele vai admitir. Mas isso é início de conversa. Nem falei com o delegado que está com a investigação”, disse Bitencourt.

Conforme explicou o advogado, o ex-ajudante de ordens, que está preso desde maio, teria ouvido a seguinte frase de Bolsonaro: “Resolve isso aí, Cid”.
“[Cid] efetuou a venda do relógio nos EUA, daí ia trazer para cá o resultado. Ele era assessor do chefe.

Fez isso e procurou entregar para quem o determinou que fosse feito a venda”, declarou. “Ele era assessor, conhecia o presidente, tinha intimidade. Ele recebeu uma determinação e resolveu”, completou.

Fonte: CNN

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *