Connect with us

Internacional

Número de mortos em terremoto no Marrocos passa de 2 mil, diz governo

Published

on

Marrakesh (MA) – O balanço preliminar do terremoto que atingiu Marrocos na noite de sexta-feira (8) subiu para 2.012 mortos e 2.059 feridos, dos quais 1.404 se encontram em estado grave, anunciou neste domingo (10) o Ministério do Interior do país. Os números deverão aumentar enquanto as missões de busca e resgate continuam.

A província de Al-Haouz, onde se localizou o epicentro do sismo, é a que regista mais vitimas, com 1.293 mortos, seguida pela província de Taroudant, com 452. Nestas duas áreas, localizadas a sudoeste da cidade de Marraquexe, aldeias inteiras foram devastadas pelo sismo.

“Perdi tudo”, lamentou Lahcen, morador da aldeia de Moulay Brahim, no Alto Atlas, em declarações à Agência France Press. A mulher e quatro filhos do homem morreram durante o desastre. “Não posso fazer nada agora, só quero fugir do mundo, chorar”, declarou. A Organização Mundial da Saúde avançou que mais de 300 mil pessoas foram afetadas pelo desastre.

Em Moulay Brahim, vila a cerca de 40 quilômetros de Marraquexe, grandes pedaços de um penhasco quebraram durante o sismo e caíram na estrada, bloqueando parcialmente o caminho que liga a cidade às montanhas do Alto Atlas.

“Ainda há muitas pessoas debaixo dos escombros. Há quem ainda procure os familiares”. disse a agência Reuters, Adeeni Mustafa, residente da área de Asni “Há muitas estradas que estão fechadas.

“As próximas 24 a 48 horas serão críticas a nível do salvamento de vidas”, declarou Caroline Holt, diretora de operações da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, em comunicado.

O tremor de terra, cujo epicentro se registou na localidade de Ighil, 63 quilómetros a sudoeste da cidade de Marraquexe, foi sentido em Portugal e Espanha, tendo atingido uma magnitude de 7,0 na escala de Richter, segundo o Instituto Nacional de Geofisica de Marrocos.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) registou a magnitude do sismo em 6,8.

O reino de Marrocos decretou três dias de luto nacional.

Fonte: RTP Lisboa

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *