Connect with us

Nacional

Doria descarta retorno à política e defende ‘deixar rivalidades no passado’

Published

on

O ex-governador de São Paulo João Doria defendeu a busca pela paz e pela democracia no Brasil e “deixar rivalidades no passado”. Em entrevista exclusiva à Jovem Pan News durante o 22º Fórum Empresarial Lide, realizado na última semana no Rio de Janeiro, o empresário disse que o país não pode “viver olhando para o passado, condenando políticos que já passaram, sem investir no presente e no futuro”.

“O embate e conflito permanente de ideias não é construtivo para o Brasil. As diferenças de posições são aceitáveis. Isso é parte da democracia. A essência da democracia é ter o contrário. Mas não pode fazer do contrário o ódio e nem dizer que quem passou não presta ou o que passou deve ser eliminado. Isso não é construtivo. Vamos investir olhando o Brasil de hoje e, principalmente, construindo o Brasil de amanhã”, acrescentou Doria. O ex-governador de São Paulo também pediu “união entre as partes para o bem do país” e descartou voltar para a política.

“No passado, nas eleições que pude participar para prefeito de São Paulo e também para governador, certamente cometi ali excessos no embate. Não deveria ter feito. Mas nada como o tempo, a idade, os cabelos brancos e o exercício da sabedoria. A sabedoria vem com o tempo. Hoje, fora da política, para onde não pretendo voltar, me dá mais tranquilidade de propor que todas as partes se unam. Vamos trabalhar para o Brasil, para o bem do país. Vamos deixar as rivalidades para o passado.”

Fonte: Jovem Pan

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *