Connect with us

Amazonas

Sindifisco anuncia paralisação da Receita Federal a partir de 20 de novembro

Published

on

Manaus (AM) – A Delegacia Sindical no Amazonas organizou um dia de mobilização em Manaus com a participação de auditores-fiscais da Direção Nacional de diversas regiões. O grupo veio a Manaus, na última sexta-feira (27), participar de uma agenda de atividades sindicais que iniciou no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes com um ato público pelo fim das travas do Decreto 11.545/23 e o cumprimento integral do Plano de Aplicação do Fundaf.

Durante uma reunião com o presidente-executivo do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), Lúcio Flávio de Morais, os auditores-fiscais, juntamente com membros da Direção Nacional e da DS Amazonas, informaram que, após tentativas de negociação com o Governo Federal, por meio do ministro Fernando Haddad, não houve retorno sobre o acordo firmado em 2016. Como resultado, a categoria decidiu iniciar uma paralisação, aprovada em assembleia, a partir do dia 20 de novembro. 

Além do anúncio, o grupo pediu o apoio da entidade do setor industrial amazonense para reforçar o diálogo com o Governo Federal e o Ministério da Fazenda.

Durante o encontro no Cieam Elias Carneiro, presidente da Delegacia Sindical, enfatizou a necessidade urgente de resolver a situação: “O ministro tem conversado conosco, mas o progresso tem sido muito lento em comparação com o esperado. Esta questão se arrasta desde 2016, e a regulamentação de uma lei de 2016 foi feita muito abaixo do necessário. Precisamos que o governo resolva isso, pois isso afeta negativamente o país como um todo. Há uma restrição muito grande na liberação de cargas”.

O representante do Comando Nacional de Mobilização (CNM), Marcus Dantas reforçou a necessidade de conseguir uma resposta do governo antes do dia 20, data marcada para o início da greve. “Sem dúvidas no dia 20 de novembro teremos uma mobilização, uma greve muito forte, por isso estamos conversando com os segmentos empresariais porque até o momento não existe uma ação sequer que indique que o acordo será cumprido”.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *