Connect with us

Amazonas

Wilker Barreto cobra planejamento do Governo nas áreas de Segurança, Educação e Defesa Civil

Published

on

Manaus (AM) – O deputado estadual Wilker Barreto (Cidadania) cobrou, nesta quarta-feira (28), o planejamento das ações do Governo do Amazonas nas áreas de Segurança Pública, Educação e Defesa Civil para este ano. Em sessão ordinária da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o parlamentar anunciou que irá ingressar com requerimentos para convidar os secretários estaduais das três pastas para apresentar o plano de medidas que serão adotadas em 2024.

Durante seu pronunciamento, Wilker criticou a ausência dos secretários estaduais no Parlamento estadual para apresentar as ações de cada pasta e ressaltou a importância do planejamento das secretarias.

“Estou indo para o quinto ano e eu nunca vi um secretário vir aqui de forma espontânea para mostrar o seu planejamento. Nosso papel é contribuir, fiscalizar, mas também criticar. Eu não acredito em êxito sem planejamento, sem capacidade gerencial, sem enxergar os desafios, por isso, estou fazendo esse pedido no início do ano porque são três pastas importantes da sociedade”, pontuou o deputado.

Segurança

Por meio de requerimento, o deputado solicitou, em forma de convite, a presença do secretário de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), para prestar esclarecimentos acerca das ações adotadas pela pasta voltadas ao combate à criminalidade, bem como às questões relativas ao funcionalismo público de sua estrutura.

Educação
O problema de salários atrasados dos auxiliares em serviços gerais que atuam nas escolas públicas do Estado, a ausência de monitores escolares para os alunos PCDs (Pessoas com Deficiência) e os baixos indicadores do Amazonas no ranking nacional da educação também motivou Barreto a convidar a secretária da pasta à Casa Legislativa.

Defesa Civil
Por fim, Wilker citou o requerimento de convite ao secretário executivo da Defesa Civil, com o objetivo de prestar informações acerca das ações visando a prevenção de uma nova estiagem, que tende a ser mais severa esse ano do que 2023. “Propus um convite ao secretário, Coronel Maximiliano, que já adiantou o alerta de uma seca difícil, como está o preparo para levar água potável para os nossos irmãos do interior. O intuito é poder fiscalizar e contribuir com as ações”, finalizou.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *