Connect with us

Amazonas

Amazonas é estado que mais desmatou na Amazônia no primeiro trimestre

Published

on

O Amazonas é o estado campeão do aumento do desmatamento na Amazônia no primeiro trimestre deste ano. No estado, a devastação passou de 12 km² em março de 2022 para 104 km² em março de 2023, uma alta de 767%. Ou seja: quase nove vezes mais. Com isso, o estado também assumiu a liderança como o que mais desmatou na Amazônia no mês, concentrando 30% de toda a devastação na região.

De acordo com o levantamento, a situação mais crítica tem sido no sul do estado, entre os municípios próximos à divisa com o Acre e com Rondônia. No mês de março, porém, a região próxima às divisas com o Pará e o Mato Grosso também foi muito afetada pelo avanço do desmatamento.

O Amazonas também teve o município que mais derrubou a Amazônia em março: Apuí, com 49 km². As outras duas cidades do estado que ficaram entre as 10 que mais desmataram foram Novo Aripuanã (14 km²) e Lábrea (11 km²).

*Devastação*

A devastação da floresta amazônica triplicou em março e fez o primeiro trimestre de 2023 fechar com a segunda maior área desmatada em pelo menos 16 anos.

Segundo o monitoramento por imagens de satélite do Imazon,  implantado em 2008, foram derrubados 867 km² nos três primeiros meses deste ano. Área que equivale à perda de quase mil campos de futebol por dia de mata nativa.

Essa destruição só não foi maior do que a registrada em 2021, quando foram postos abaixo 1.185 km² de floresta de janeiro a março.

Para se ter uma ideia, oito dos nove estados que compõem a Amazônia Legal, apresentaram aumento no desmatamento, com excessão do Amapá.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *