Connect with us

Judiciário

Empresa condenada por fake news patrocinou palestra de Alexandre de Moraes na Itália

Published

on

A palestra realizada por Alexandre de Moraes na Itália na semana passada gerou polêmica após a divulgação de que o evento foi promovido e patrocinado por uma faculdade goiana condenada por disseminar fake news relacionadas à pandemia da Covid-19. A TV Bandeirantes trouxe à tona essa informação.

O Fórum Internacional de Direito, realizado na Universidade de Siena, teve como promotores a Alfa Escola de Direito e a Unialfa, ambas sediadas em Goiás e pertencentes ao Grupo José Alves, que também é proprietário da Vitamedic, uma empresa que produz a ivermectina no Brasil.

Em fevereiro de 2021, o Grupo José Alves e a Unialfa investiram em um informe publicitário, amplamente divulgado em diversos meios de comunicação, defendendo o controverso “tratamento precoce” contra a Covid-19, com o uso de medicamentos como ivermectina e cloroquina.

Por conta disso, em maio deste ano, a Justiça Federal no Rio Grande do Sul condenou as empresas do grupo e a entidade Médicos pela Vida a pagar uma indenização de R$ 55 milhões por danos morais coletivos à saúde. O episódio levanta questionamentos sobre a seriedade e credibilidade dos eventos promovidos por tais instituições ligadas a informações falsas.

Com informações do O antagonista

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *