Connect with us

Amazonas

Professores fazem ato em frente à Aleam após Justiça proibir greve no AM

Published

on

Mesmo após decisão da Justiça do Amazonas de proibir o indicativo de greve dos professores da rede estadual de ensino, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam) realizou uma manifestação em frente à sede da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na manhã desta quarta-feira (17), contrariando a medida.

Os profissionais exigiam o reajuste salarial de 25%, os pagamentos das datas-base de 2022 e 2023, mais o retroativo de 2020 e 2021, com ganho real acima do índice da inflação.

De acordo com o sindicato, ainda não houve comunicação da decisão judicial e pelo menos 2 mil professores devem participar da manifestação.

Na decisão da última segunda-feira (15), o desembargador Domingos Jorge Chalub, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), proibiu a greve e determinou, na ocasião, desconto no salário dos professores que aderirem ao movimento e multa de R$ 30 mil para o sindicato, por dia de paralisação.

O Sinteam confirmou que as aulas, em algumas unidades de ensino, ficaram afetadas devido ao ato.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *