Connect with us

Amazonas

VAZANTE: PIM afetado e LG dá férias coletivas por falta de matéria-prima

Published

on

Manaus (AM) – A produção das empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) começaram a conceder férias coletivas aos trabalhadores pela falta de matéria-prima para a produção, afetados pela vazante dos rios Amazonas e Madeira.

A LG Eletronics foi a primeira a recorrer à medida de contenção de custos e mandará os trabalhadores para casa a partir de 15 de outubro. O Sindicato dos Metalúrgicos de Manaus monitora a possibilidade de demissões após esse período, informou o Real Time1.

A maioria das empresas que fabricam produtos finais está com estoque variando entre 15 e 30 dias para a produção e que muitas estimam dar férias coletivas aos trabalhadores a partir da segunda quinzena de outubro.

Para se ter ideia do impacto da seca dos rio para a logística de insumos e matéria-prima para as indústrias de Manaus, em média, um navio trafega nas rotas para Manaus com três mil contêineres de máxima capacidade.

O último que passou, na semana passada, por uma das regiões mais baixas do Amazonas, a passagem do Tabocal, em Itacoatiara, trazia apenas 300 contêineres.

Por conta desse problema de calado em três regiões críticas de vazante – Tabocal e as enseadas dos rios Madeira e Purus -, as empresas estão contratando balsas para trazer as matérias-primas, mas estas comportam apenas 170 carretas, quantidade insuficiente para garantir a produção em ritmo normal.

Vendas prejudicadas

Outra preocupação é da Câmara de Dirigentes e Lojistas de Manaus (CDL Manaus) que temem prejuízos por conta da aproximação do Black Friday. Algumas cidades do interior do Amazonas já estão sem mercadorias para venderem.

A Marinha do Brasil chegou a emitir alertas para o risco de navegação no período noturno. O Governador do Amazonas, Wilson Lima, já teme encontro em Brasília, nesta terça-feira (26), para tratar o tema tendo como garantia o apoio do presidente Lula (PT).

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *