Connect with us

Amazonas

Adiamento de julgamento pelo TJAM gera comentário do Desembargador: ‘Vão Acabar dando porrada no Jorge’

Published

on

O plenário do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) adiou, nesta terça-feira (22), o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM). A ação busca anular partes da Lei Ordinária nº 4.044 de 2014, que concede promoções a policiais militares e bombeiros militares sem a necessidade prévia de vagas e recursos orçamentários designados.

O adiamento ocorreu devido à ausência do relator da ADI, desembargador Jorge Lins. O assunto será reconsiderado na próxima terça-feira (29). Durante a sessão, alguns membros das forças militares estiveram presentes na área interna do tribunal, onde os desembargadores ficam, pressionando para manter a lei intacta. No momento em que o adiamento foi anunciado, os militares deixaram o recinto.

Nesse intervalo, o desembargador Abraham Campos não percebeu que o microfone estava ligado e comentou: “Vão acabar dando porrada no [desembargador] Jorge por aí”.

Com informações da A Crítica

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *