Connect with us

Amazonas

Codam aprova projetos de R$ 421 milhões para indústria e atesta força da ZFM

Published

on

Manaus (AM) – Membros do Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam) aprovaram 35 projetos que somam investimentos estimados em R$ 421 milhões, com a previsão de gerar 727 novas vagas de emprego no Polo Industrial de Manaus (PIM) em até três anos, durante a 304ª reunião do Codam, que ocorreu no auditório da Federação das Indústrias do Amazonas (Fieam), em Manaus, nesta quinta-feira (26).

A reunião foi presidida pelo vice-governador do Amazonas, Tadeu de Souza, representando Wilson Lima, além de representantes das entidades de classes e empresários ligados ao PIM.

Durante os debates, o vice-governador afirmou que os novos investimentos aprovados evidenciam a pujança da Zona Franca de Manaus (ZFM), reiterando o compromisso do governo com a manutenção dos diferenciais competitivos do modelo que rege o desenvolvimento econômico, social e ambiental do estado.

“Isso é uma demonstração da criação de todo um ambiente de negócios fortalecido para que, cada vez mais, dentro do Polo Industrial de Manaus, dentro do Amazonas, nós sejamos vistos pela indústria nacional como um local de facilitação, de investimento e de segurança jurídica”, ressaltou Souza, fazendo referência aos esforços do Estado em meio à estiagem e às discussões da reforma tributária.

A pauta da reunião foi marcada pela aprovação de 35 projetos que contemplam os setores eletroeletrônico, termoplástico e de duas rodas do PIM. Do total, sete foram projeto de implantação, 22 de diversificação e oito de atualização. Além disso, os membros do Codam aprovaram outros 202 projetos que serão remanejados dentro da própria indústria.

Balanço

Em cinco reuniões, o colegiado já aprovou mais de 200 projetos, com investimentos de aproximadamente R$ 3,6 bilhões. Já foram mais de 6 mil novos postos de trabalho projetados e outros 1,1 mil remanejados no PIM.

“Tudo isso é muito por conta do empenho do governador Wilson Lima, de toda a estrutura do Governo, principalmente da Sedecti, da Sefaz e da Procuradoria-Geral do Estado, de manter o ambiente de negócios no Amazonas fluido e manter a atratividade do modelo Zona Franca de Manaus independente da conjuntura nacional”, observou Tadeu de Souza.

O titular da Sedecti, Serafim Corrêa, que também preside o Codam, endossou a manifestação do vice-governador. Para o secretário, a quinta reunião do ano foi emblemática por ter sido realizada durante a estiagem mais severa dos últimos 121 anos.

“Num momento como esse, você aprovar 35 projetos com investimento de R$ 420 milhões é uma prova de que o modelo Zona Franca de Manaus está vivo, está atraente e que os empresários continuam confiando nas regras do jogo. Isso nos dá muita força para prosseguirmos nesse trabalho de atração de novos investimentos”, celebrou Serafim Corrêa.

Projetos

Entre os projetos aprovados, o destaque é para a empresa Bel Micro Industrial Ltda. com a fabricação de TV em cores com tela de cristal líquido, representando 16,6% do total de investimentos (R$ 70,1 milhões), prevendo a geração de 26 novos postos de trabalho em sua planta industrial.

No polo eletroeletrônico, há o projeto de atualização da Foxconn Moebg Indústria de Eletrônicos Ltda., que pretende fabricar roteadores digitais no PIM. O investimento é de R$ 45,3 milhões, com a estimativa de criação de 277 novas vagas de emprego para este fim.

Para o setor termoplástico, entre os projetos aprovados está o da empresa Nova Rio Amazonas Indústria de Embalagens Ltda. voltado à fabricação de produtos como chapa, fita e película de plástico. O investimento é de R$ 65,8 milhões, que vão gerar 34 novos postos de trabalho. Dentro do segmento de duas rodas do PIM, o Codam aprovou o projeto de implantação da empresa Oliver Mobilidade Ltda., que investirá R$ 3,7 milhões para fabricar motocicletas e motonetas elétricas, com 12 novas vagas de trabalho; e o projeto de diversificação da Cicloway Indústria e Comércio de Veículos Elétricos Ltda., com R$ 3,3 milhões, que atua com motocicletas e ciclomotores elétricos.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *