Connect with us

Brasil

Lula sanciona Lei, mas mantém direito à saidinha para visita à família

Published

on

Brasília (DF) – O presidente Lula (PT) sancionou o projeto de lei 2.253, de 2022, que ficou conhecido como PL das Saidinhas, por restringir — a ponto de quase extinguir — o benefício das saídas temporárias de presos.

O chefe do Executivo acatou a sugestão do Ministério da Justiça e vetou o trecho que trata da proibição de saída para visita à família. No parecer da pasta, a mudança seria inconstitucional.

“Permitir a saída dos presos que se encontram no regime semiaberto para visitar as famílias, porque nós entendemos que a proibição às famílias dos presos que já se encontram no regime semiaberto atenta contra valores fundamentais da Constituição, o princípio da dignidade da pessoa humana, o princípio da individualização da pena e na obrigação que tem o Estado de proteger a família”, argumentou o ministro Ricardo Lewandowski.

O que muda com a nova lei?

No projeto original, o benefício seria restrito apenas a detentos que estudam ou trabalham, acabando com as saídas para visitas à família e para “atividades do convívio social”.

O texto sancionado mantém outras limitações previstas na matéria aprovada pelo Congresso. Entre elas, a necessidade de exame criminológico para a progressão de regime e o uso de tornozeleira eletrônica.

A nova lei também proíbe as saidinhas aos presos condenados por crimes hediondos, como homicídio, estupro ou tráfico de drogas. A sanção ainda deve ser publicada no DIário Oficial da União (DOU).

Com informações do Metrópoles.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *