Connect with us

Amazonas

BARCELOS – Força-tarefa vai agilizar identificação de vítimas de acidente aéreo

Published

on

Manaus (AM) – Uma força-tarefa criada pelo governo do Amazonas vai agilizar a identificação de vítimas do acidente aéreo em Barcelos, ocorrido no último sábado (16), deixando 14 vítimas fatais.

Os corpos chegaram a Manaus às 15h51 deste domingo (17), após uma operação conjunta entre o governo e a Força Aérea Brasileira (FAB). Todos foram levadas para o Instituto Médico Legal (IML), onde serão identificados, informou o Real Time1.

Até o momento, a lista oficial com todas as vítimas ainda não foram divulgadas pelas autoridades.

O Departamento de Polícia Técnico-Científica do Estado do Amazonas (DPTC), seguindo protocolos de Identificação de Vítimas de Desastres, montou uma força-tarefa, unindo profissionais do IML e do Instituto de Identificação do Amazonas, para que os corpos das vítimas sejam identificados até a manhã desta segunda-feira (17/09).

Segundo o DPTC, entre os 12 turistas que estavam a bordo, cinco eram de Goiás, quatro de Minas Gerais e os demais de São Paulo, Paraná, Roraima, Maranhão e Amazonas.

Com a chegada dos corpos na capital amazonense, a Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) montou uma sala de apoio psicossocial aos familiares das vítimas na sede do IML.

Durante coletiva de imprensa na tarde deste domingo, o secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Vinícius Almeida, destacou o trabalho imediato do governo.

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) e equipes do Corpo de Bombeiros (CBMAM) foram os primeiros órgãos a prestar apoio na ocorrência.

“Desde ontem (sábado), a partir do momento em que soubemos do acidente em Barcelos, de imediato, as forças de segurança que se encontravam no município passaram a agir. O governador Wilson Lima determinou que nós estalássemos o comitê de crise e chamamos todos os integrantes do sistema de segurança: Polícia Militar; Bombeiros; Polícia Civil; e DPTC para tomarmos as medidas iniciais de mandar equipe para o município”, destacou o secretário.

Acidente

A aeronave do modelo Embraer EMB-110 Bandeirante levava os 12 turistas a bordo, além do piloto e do copiloto. O avião saiu da capital com destino à cidade de Barcelos, no interior do estado, conhecida pelo turismo de pesca.

A queda aconteceu quando o avião tentava pousar na cidade. Chovia forte no momento do desastre.

As investigações sobre as causas do desastre serão realizadas pela Polícia Civil do Amazonas e pelo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA VII).

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *