Connect with us

Opinião

Opinião – Wilson Lima no Senado, e retorno de Omar Aziz para o Governo, cenário para as eleições de 2026 começa a se desenhar

Published

on

Com o plenário da Aleam lotado de parlamentares e líderes políticos, o senador Omar Aziz (PSD) recebeu muitos elogios da grande maioria dos deputados estaduais, muitos deles que estavam em suposta oposição ao senador durante as eleições de 2022.

A homenagem, com a medalha Ruy Araújo, maior honraria da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), junto com a entrega do título de cidadão amazonense a Omar Aziz, pode ser traduzida como um sinal de força política.

Dessa maneira, o cenário indica as eleições de 2026, com Wilson Lima concorrendo a uma das duas vagas no Senado Federal, abrindo caminho e potencialmente apoiando Omar para um terceiro mandato como governador do estado.

Renascimento político 

Omar Aziz demonstrou resistência, após enfrentar grandes desgastes, com investigações da Polícia Federal envolvendo seus familiares na saúde pública estadual e um desempenho desfavorável nas eleições de 2018, onde obteve apenas 8% dos votos. Sobrevivendo politicamente até as eleições do ano passado.

O senador garantiu sua reeleição com forte apelo do interior, além do suporte de David Almeida (Avante) na capital. Contando com o apoio de quase todos os prefeitos do Amazonas, além de apoio de diversas lideranças sociais, sindicais e de veículos de comunicação.

Em 2021, Omar assumiu a presidência da CPI da Covid, desempenhando um papel incisivo ao pressionar o governo, buscando obter notoriedade entre os eleitores que rejeitavam  Bolsonaro e esperavam o retorno do presidente Lula ao cargo de presidente do país.

Essa estratégia arriscada se revelou bem sucedida, já que, com a eleição de Lula, Omar Aziz se tornou o principal interlocutor do Governo Federal no Amazonas e, consequentemente, o caminho para acessar o presidente e seus recursos.

O que parecia impossível recentemente agora está trilhando caminhos viáveis e poderá em breve se tornar realidade, dando vida à frase célebre: “Tudo se degenera, se sucede e se repete fatalmente.”

Deputados “Conservadores” com Omar

O propositor da homenagem, o deputado João Luiz (Republicanos), pastor da igreja universal e defensor de pautas conservadoras, fez um discurso efusivo com muitos elogios ao senador, onde confessou que “acompanha” Omar desde 2010 e agradeceu todo apoio que lhe deu durante todos esses anos.

Cabo Maciel (PL) afirmou que a homenagem é justa. Como senador, nunca teve dúvidas de que faria um grande trabalho pelo Amazonas. Ao concluir seus elogios, ele bateu no peito e disse: “Pode sempre contar comigo, Cabo Maciel”.

Deputados Thiago Abrahim (União), Dr George Lins (União) e Felipe Souza (Patriota) também elogiaram Omar, mas de forma mais tímida e breve.

Débora Menezes (PL), Delegado Péricles (PL) e Mário César Filho (União)  foram os únicos deputados que levantam bandeiras da direita que não estiveram presentes na homenagem a Omar Aziz.

Ataques a primeira dama de Manaus

Blogs de fofoca divulgaram um “dossiê” da futura noiva do prefeito de Manaus, David Almeida. No texto, menciona-se que a universitária já teve envolvimentos amorosos, inclusive extraconjugais, com outros políticos e empresários do Amazonas, além de aparentes diferenças religiosas, visto que supostamente Izabelle segue religiões de matrizes africanas, enquanto David é membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Izabelle Fontenelle e Maria Madalena comparação infeliz

Diversos vereadores de Manaus se manifestaram em defesa da empresária Izabelle Fontenele. Durante grande parte do expediente da sessão plenária realizada nesta segunda-feira (19) na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Sassá da Construção Civil (PT) ao defender a noiva do prefeito usou o exemplo de Maria Madalena e disparou: “Era uma prostituta, mas se tornou uma grande mulher”.

Quis ajudar, mas piorou de vez.

Amor Inabalável e confirmação do Noivado

Apesar da turbulência, o prefeito David Almeida e Izabelle Fontenelle oficializaram o noivado em um jantar íntimo realizado ontem (18) na Casa Rayol, na Ponta Negra, reunindo familiares e os amigos mais próximos do casal.

Sou Manaus e portal da transparência

Em entrevista ao Viés,Osvaldo Cardoso, diretor-presidente da ManausCulT, afirmou que a política gerou grandes ruídos e interferências na comunicação das informações relacionadas ao festival Sou Manaus. Cardoso promete que, dentro de até 90 dias, todos os gastos da Prefeitura de Manaus e das parcerias público-privadas serão divulgados e esclarecidos perante o órgão competente, o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM).

Presidente da ManausCulT rechaça exoneração do cargo

Osvaldo afirma que seu cargo não está ameaçado, ainda mais, após o sucesso do festival Sou Manaus, e que não há indisposições com o prefeito David Almeida, negando notícias veiculadas recentemente na imprensa.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *